A hora da colheita e o momento “Pós-colheita” -  curado da cannabis e o secado da sua maconha, são partes fundamentais de um bom cultivo. Até por isso os cultivadores menos experientes se sentem intimidados e cheios de dúvidas nessa hora.


Mas Agora o Paz Infinita preparou este que é um dos artigos mais pedidos por todos os amigos.
Para que todos possamos colher nossos pés de cannabis na paz de jah!

Acompanhe as dicas-chave para acertar na hora da colheita, do secado e curado que são os passos finais entre você e o consumo de uma planta de paladar de alto nível equiparável e até melhor que o produto de qualquer dispensário, clube ou coffe shop.

Tudo começa mais fácil se você já conhece a cepa que está cultivando assim você já vai ter informações privilegiadas sobre o tempo de floração esperado para suas plantinhas e já pode anotar em seu calendário o primeiro dia de 12h de luz/12h de escuro e poderá prever aproximadamente onde será o dia final da floração de acordo com cada strain. Fazer um calendário te ajuda a programar os dias de aplicação de nutrientes e quando é o momento de parar com os fertilizantes para não arruinar o sabor da colheita.

No entanto, se você está cultivando com uma seed anônima, isto é, que você não conhece a origem. A sua melhor chance é desde o estágio vegetativo ir observando se a planta tem mais características índica ou sativa , assim você vai poder se preparar para uma floração mais curta ou mais longa.

sativas apresentam folhas maiores e mais finas, tem a floração mais longa, produz mais e as suas flores são mais "soltinhas" enquanto as índicas apresentam folhas mais largas e mais curtas , sua floração é mais rápida e suas flores são mais compactas e a produção final em gRamas menor.  

Depois de observar o que seria a data final ou as últimas semanas de flora da sua planta é hora de parar com os adubos ou fertilizantes – 30 dias antes da colheita para fertilizantes artificiais e 15 dias antes da colheita para quem trabalha com nutrição orgânica. Porque assim o cultivador garante que a planta vai ter tempo de digerir todo o nutriente presente na terra, evitando assim que a planta tenha o sabor prejudicado.

Além disso, é preciso fazer um bom lavado de raízes antes da colheita. Mas todo o trabalho que isso dá é recompensado com um fumo suave ao paladar que não agride a garganta nem ao olfato. A importância de parar de dar nutrientes para a cannábis e de fazer um bom lavado – ou flush – é tamanha, que sem a realização dessas etapas ,nem mesmo fazer o melhor secado e curado do mundo vai fazer com que as flores tenham o sabor e aroma esperado.

Existem outras maneiras de verificar a hora da colheita muito utilizadas pelos cultivadores em conjunto com a observação do dia de colheita segundo a espécie e data no calendário, são elas a maturação dos tricomas e a dos pistilos.

1- Tricomas

 

os tricomas são aqueles famosos pontos com aparência de açúcar , de resina ou neve, vistos em grandes quantidades em muitas das plantas plantas preferidas pelos cultivadores – os tricomas se espalham por toda estrutura da planta (folhas, caules, galhos, bud… ) boa parte da concentração de cannabinóides está diretamente localizada NOS tricomas – Mas voltamos ao assunto dos tricomas em outro artigo. Por hora, basta sabermos que para observarmos a evolução dos tricomas o cultivador precisará contar com uma lente de aumento de pelo menos 100x , assim você vai notar que no início da floração os tricomas começam a aumentar e a se espalhar pela planta .

 

Nesse início eles são relativamente trasparentes e brilhantes e conforme se aproxima o fim da maturação do bud os tricomas ficam mais dourados, ou âmbar ou meio avermelhado brilhante, dependendo da cepa cultivada. Desmonstrando que está na hora de providenciar o lavado de raízes e providenciar a colheita.

2- Pistilos

 

Além dos tricomas, os pistilos são outra parte da flor da cannábis. Eles podem ser observados maturando a olho nu. A planta se identifica como fêmea quando vemos o surgimento dos dois primeiros pistilos que durante o primeiro mês de flora aumentam em número ocupando todo o cálice da flor. Isso acontece porque o pistilo é a principal ferramenta das fêmeas para agarrar o pólen que vem voando no ar.

 

No final do primeiro mês os pistilos ainda estão bem brancos e imponentes, pois estão hidratados ao máximo, mas de agora em diante vão escurecendo e murchando a medida em que a flor da cannábis fica madura. Como vemos no vídeo nesse momento ainda não é hora de colher pois sua planta ainda tem muito a se desenvolver e engordar.

Uma teoria bem difundida entre os cultivadores é que quando 30% dos pistilos já estão amarronzados a planta está bem próxima do seu ápice em teor de THC e já com algum CBD bem desenvolvido. Ou seja, é uma planta bem balanceada tendendo mais ao lado psicoativo.

Desse momento de amarronzamento dos pistilos em diante, começa a diminuição do nível de THC e a aumentar a concentração de CBD o que torna o produto final mais corporal/narcótico/sedante do que cerebral.

Vale notar que para aqueles que buscam o “efeito índica” , para os que vão produzir óleo de CBD e para os que vão produzir sementes o correto é esperar até 100% de maturação dos pistilos.

Conheça a Revista do Auto-Cultivador brasileiro >>>

Colheita por partes ou A Planta inteira pelo caule principal?

Uma vez marcada a hora do corte, ainda falta definir como vai ser feita a colheita de fato: Colhendo a planta toda de uma vez, cortando o caule principal. Ou colher galho por galho.

Colher a planta inteiríssa ou em poucas partes grandes favorece quem tem que lidar com calor intenso e sequidão no clima nos dias seguintes a colheita. Uma boa idéia nesse caso pode ser experimentar o secado com algumas folhas para manter a úmidade por mais tempo.

Agora , se você vai colher a planta inteira porque ela não é tão grande assim mas quer que ela seque mais rapidamente a boa é fazer a manicura grossa com a planta ainda de pé.

Por outro lado, quanto maior a planta, ou a colheita, mais difícil fica colher dessa forma. Então a opção é colher galho por galho, sempre optando por galhos em torno de 30cm ou 40cm para evitar uma secagem com perda de sabor. 

Se os seus problemas são excesso de úmidade, cortar a planta em galhos para realizar a colheita pode te ajudar com isso também.

Outra questão, é que as plantas geralmente se desenvolvem seus galhos deixando-os prontos para a colheita aos poucos, isto é, dificílmente você encontra todos os buds de uma planta no mesmo ponto da maduração. Então o mais lógico nesse caso é proceder a colheita galho por galho de acordo com a hora de colher cada parte da planta. ;)

Qual a Lua Certa para colher Cannábis?

O cultivador que deixa de observar o movimento da Lua e sua força sobre tudo o que está na Terra, não está realizando a melhor produção de flores que poderia. Ou seja, mesmo que esteja trabalhando com os melhores nutrientes vendidos no mercado e com a melhor aparelhagem de cultivo, se não se ajusta a atividade do plantio à influencia lunar, o resultado final pode vir a ser comprometido.

 

Essa é uma da perguntas mais recebidas por e-mail pela nossa equipe . Ler mais..

Confira o 

vídeo sobre

o ponto de 

colheita

© desde 2015 PazInfinita.com